”Cada um que seja responsável pelos seus atos”, diz Capitão Alden após esquerda tentar politizar assassinato no Paraná

|

 


O deputado estadual Capitão Alden (PL) repudiou a tentativa da esquerda em politizar o assassinato ocorrido em Foz do Iguaçu, no Paraná. Na oportunidade um guarda municipal e tesoureiro do PT acabou morrendo após troca de tiros com um policial penal federal e que se identificava como apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL). 


“Cada um que seja responsável pelos seus atos. É suja esta tentativa da esquerda em querer construir uma narrativa de que quem é bolsonarista é violento ou criminoso. A história mostra ao contrário. Como o presidente Jair Bolsonaro disse, dispensamos qualquer tipo de quem pratica violência contra opositores. 


Alden ainda lembrou que o ex-presidente Lula, em discurso em Diadema, no estado de São Paulo, “agradeceu” a um ex-vereador que foi acusado de tentativa de homicídio ao empurrar um homem do caminhão. 


“A diferença é grande. Enquanto o presidente Bolsonaro é contra a violência, o ex-presidiário apoia criminosos, ‘passa pano’ para meliantes que cometem certos tipos de crimes, e se posiciona contra a polícia, dizendo até que os agentes de Segurança Pública não são gente”, completou.

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora