quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

Ubatã: Motocicleta é tomada de assalto na zona rual de Gongogi.

Foto: Ilustrativa 


Por volta das 5:30 da manhã de hoje (24), o Ubatense Givaldo Araujo Azevedo foi abordado por bandidos armados na estrada rural próximo ao município de Gongogi. Os assaltantes estavam escondidos na mata e surpreenderam o trabalhador rural que ia para sua roça todas as manhãs cedo ordenhar suas vacas e trazer o leite para ser vendido em Ubatã. 

Assustado o senhor Givaldo contou que o bandido ficou de longe e deu ordem para que ele descesse da motocicleta HONDA/CG 125 PLACA JRY 8741 COR CINZA ANO 2008, e entregasse a moto e o celular.

" Eu disse a ele que eu não tinha celular e ele pediu para que eu desse a pochete para ele, eu nem olhei par ele, porque ele falava que não era para olhar. Ai fiquei de cabeça baixa e depois de dá o que ele queria ele mandou eu correr sem olhar para trás!" 

"O  cara além de me roubar me chamou de vagabundo!"

" Perdeu, perdeu entrega a moto vagabundo". 

"Tô muito revoltado com isso, só resta agora agradecer a Deus pela minha vida e levantar mais cedo ainda para buscar leite de bicicleta."

" Pelo menos ele cortou as cordas e deixou o balde que eu uso para trazer o leite."

"Na minha pochete só tinha a minha habilitação, uma xerox da minha reservista e uma bíblia que eu sempre carrego comigo".

Depois do ocorrido Givaldo conseguiu carona com um motorista que passava pelo local e se dirigiu a delegacia de Ubatã para registrar o boletim de ocorrência, mas foi informado pelo policial de plantão que por se tratar de roubo na zona rural de Gongogi. Ele tinha que fazer a notícia-crime, o "B.O." no município de Ubaitaba.

Foi muito duro ouvir esse depoimento e olhar para o semblante triste do senhor Givaldo que levantou cedo na manhã de Natal para trabalhar e garantir o seu sustento diário. E acabou  perdendo a sua moto para os verdadeiros vagabundos!


  

Nenhum comentário:

Postar um comentário