Capitão Alden rebate governador Rui Costa sobre o crédito extraordinário do Governo Federal para recuperação de estradas e rodovias

|

 

João Roma, Presidente Bolsonaro e Capitão Alden

Após o governador Rui Costa criticar o valor do crédito extraordinário publicado por Medida Provisória (MP) pelo presidente Jair Bolsonaro, para ajudar na recuperação das estradas e rodovias afetadas pelas chuvas na Bahia, o deputado estadual Capitão Alden lembrou que, dos R$ 200 milhões ofertados, R$ 80 milhões serão direcionados apenas ao estado e não ao Nordeste, como foi dito pelo chefe do poder executivo baiano. 


“O Governo Federal não vem poupando esforços para esta recuperação. Essa é a hora de unir esforços, deixar de lado as diferenças políticas e partidárias, mas, acima de tudo, de falar a verdade. O governador Rui Costa deve ter entendido que o valor de R$ 80 milhões era para todo o nordeste, mas o presidente Bolsonaro afirmou que a verba será direcionada para a Bahia”, disse o deputado. 


Alden lembrou que todos vêm colaborando para a reconstrução das áreas atingidas. Inclusive, o deputado citou que a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) estará direcionando R$ 12,6 milhões, divididos entre os parlamentares, para atender às necessidades da população com a tragédia. 


“Votei sim e reafirmo o meu compromisso de direcionar parte da emenda para ajuda aos municípios atingidos. Mas aproveito para fazer um pedido ao governador Rui Costa: que ele saiba gerir estes valores e que não aconteça o mesmo que ocorreu com os respiradores, onde milhões foram perdidos em uma compra que até hoje não sabemos da boca do governador o que realmente aconteceu”, disse o deputado. 


Na Bahia, a verba extra será aplicada imediatamente, reforçando contratos já existentes ou emergenciais. Em alguns trechos as obras de recuperação estão em curso. Serão priorizados segmentos como das rodovias BR-101/BA, BR-242/BA, BR-415/BA, BR-381/MG, BR-367/MG, BR-116/MG, BR-459/SP, BR-155/PA, BR-158/PA, BR-319/AM e BR-174/AM, por fazerem ligações com importantes centros logísticos e de escoamento via terrestre, atingindo diretamente milhares de usuários.


No estado as fortes chuvas já deixaram 20 mortos e mais de 31 mil desabrigados e desalojados, segundo a Defesa Civil da Bahia.

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora