Após levantamento colocar a Bahia como o estado mais inseguro do Brasil, Capitão Alden responsabiliza governo petistas pelos números

|

 


“A Bahia segue colecionando títulos negativos nos governos do PT”. Foi desta forma que o deputado estadual Capitão Alden reagiu ao dado, divulgado nesta segunda-feira (21), que aponta o estado como o líder no ranking de mortes violentas no Brasil pelo terceiro ano consecutivo. 


Conforme o Monitor da Violência, em números absolutos, a Bahia contabilizou, em 2021, 5.099 mortes violentas, a exemplo de homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Destas, 4.931 foram enquadradas como homicídio doloso, 122 como latrocínio e 46 como lesão corporal seguida de morte.


Nos 15 anos em que é gerida por governantes do PT, o estado contabilizou 76.772 homicídios entre os anos de 2007 a 2019, de acordo com dados do Atlas da Violência. 


“São números que se igualam a guerras e conflitos internacionais, e isto é um reflexo da falta de conhecimento e importância que os governos petistas dão para a Segurança Pública. Terceiro ano consecutivo que ganhamos este ‘prémio’, mais um ano colecionando índices negativos. Eles não sabem nada de Segurança Pública, transferem a responsabilidade e não se importam com a vida dos baianos. O estado segue na contramão do Brasil”, disse Capitão Alden. 


O parlamentar ainda acrescentou que estes números refletem o verdadeiro “genocídio”. “Os dias do PT estão acabando, mas é de se espantar a forma como eles tratam sobre o tema. É um absurdo”, pontuou.

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora