Médica apontada como umas das responsáveis pela morte de Paulinha se pronuncia pela primeira vez

|

 


Após três meses da morte da cantora Paulinha Abelha, que faleceu por causa de problemas renais, a médica pessoal da cantora, Paula Carvallaro, se afastou sociais por ter sido apontada como uma das responsáveis pelo óbito da artista. As informações são do colunista do “Metrópoles”, Léo Dias.



A médica foi acusada por causa de algumas medicações, mas o laudo médico oficial comprovou que as lesões hepáticas sofridas por Paulinha não tiveram relação com as medicações que ela consumia.

Paula contou que sofreu acusações nas redes sociais, e que perdeu clientes por causa das acusações. “Algumas pessoas utilizaram as redes sociais para me difamar, onde sofri acusações injustas, que não afetaram só a mim, mas prejudicaram também outros profissionais médicos, e a muitos pacientes que interromperam seu tratamento em razão das inverdades disseminadas maldosamente nas redes sociais”.

Ela também desabafou sobre as críticas que recebeu enquanto aguardava o laudo sair. “Eu fui atropelada por julgamentos e críticas erradas, infundadas, sem provas. E eu tive que obrigatoriamente esperar o laudo sair. Em março, ele saiu e comprovou tudo aquilo que já sabíamos. Aí meus amigos falaram que era hora de falar, mais de 10 anos de trabalho, mais de 8 mil pacientes atendidos. Mas aí, eu optei por viver o luto. Mesmo sabendo das consequências, eu optei por viver isso aqui”. 

(bahia.ba)

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora