Esperança: Vacina israelense contra coronavírus começa a ser aplicada em dois meses

|

Grupo de pesquisa em biotecnologia do Instituto de Pesquisas da Galileia

Chefe de equipe de cientistas em Israel anunciou que nos próximos dias sairá um componente ativo de vacina contra o coronavírus. Além disso, em 1º de junho começam os testes em humanos.
Essa boa nova é resultado do trabalho desenvolvido por um time de cientistas em Israel, a comando de Chen Katz.
“Nós já estamos nos estágios finais e em poucos dias teremos as proteínas – os componentes ativos da vacina”, afirmou ele.
De acordo com o cientista, a droga contra o coronavírus é adaptada de pesquisa de quatro anos para vírus da bronquite infecciosa das galinhas.
Ainda conforme Katz, a substância oral da droga já provou induzir altos níveis de anticorpos contra a bronquite.
Como resultado, a equipe concluiu que o vírus nas galinhas é semelhante à forma do coronavírus que ataca o homem.

Tipo oral e aprovações

A vacina será oral para se tornar acessível a todos.
A pesquisa foi financiada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia de Israel. Todas as aprovações necessárias para finalizar e comercializar a droga já estão prontas.
Fonte: Estadão.


 

©2011 Ubatã Sul Notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora