quinta-feira, 2 de abril de 2020

Esperança: Vacina israelense contra coronavírus começa a ser aplicada em dois meses

Grupo de pesquisa em biotecnologia do Instituto de Pesquisas da Galileia

Chefe de equipe de cientistas em Israel anunciou que nos próximos dias sairá um componente ativo de vacina contra o coronavírus. Além disso, em 1º de junho começam os testes em humanos.
Essa boa nova é resultado do trabalho desenvolvido por um time de cientistas em Israel, a comando de Chen Katz.
“Nós já estamos nos estágios finais e em poucos dias teremos as proteínas – os componentes ativos da vacina”, afirmou ele.
De acordo com o cientista, a droga contra o coronavírus é adaptada de pesquisa de quatro anos para vírus da bronquite infecciosa das galinhas.
Ainda conforme Katz, a substância oral da droga já provou induzir altos níveis de anticorpos contra a bronquite.
Como resultado, a equipe concluiu que o vírus nas galinhas é semelhante à forma do coronavírus que ataca o homem.

Tipo oral e aprovações

A vacina será oral para se tornar acessível a todos.
A pesquisa foi financiada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia de Israel. Todas as aprovações necessárias para finalizar e comercializar a droga já estão prontas.
Fonte: Estadão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário