Policial militar confessa ter matado PM da reserva a tiros dentro de bar em Salvador

|

Um policial militar confessou ter matado o colega de profissão, que estava na reserva, Isídio Monteiro Bulhões Júnior, de 52 anos, na madrugada da ultima segunda-feira (30), em um bar, no bairro Jardim Nova Esperança, em Salvador. Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito foi ouvido na quinta-feira (2), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na capital baiana. Ele alegou ter cometido o crime por legitima defesa.

De acordo com a polícia, depoimentos de testemunhas e imagens de câmeras estão sendo analisados e vão ajudar a esclarecer a motivação do crime. O órgão informou que não pode divulgar mais informações para não interferir no andamento da apuração.

Na quarta-feira (1°), a Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM) divulgou que tinha identificado um suspeito de ter matado o policial militar da reserva. No entanto, na oportunidade, eles não revelaram que era a pessoa. Isídio Júnior foi morto após levar três tiros. As imagens das câmeras de segurança mostram o momento em que houve uma confusão generalizada no estabelecimento. Um homem sacou uma arma e disparou várias vezes contra o militar da reserva.

Ainda no vídeo, é possível ver que as pessoas se amontoaram para tentar fugir dos disparos. Isídio Júnior foi socorrido para o Hospital São Rafael, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito do crime fugiu logo em seguida. 

*Com informações do G1

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora