MULHER É AGREDIDA COM GARRAFADA NA TESTA DENTRO DE UM BADALADO RESTAURANTE DE ILHÉUS

|

 

Homem já tinha cometido a mesma agressão meses atrás

Tainá Emanuelle Silva de Oliveira procurou o plantão da 7ª Coorpin, na Avenida Soares Lopes, em Ilhéus, para registrar boletim de ocorrência, relatando que foi agredida por um casal na madrugada do último sábado (28) no interior do badalado Restaurante Boteco Coco Dendê, situado no centro da Cidade.



A mulher disse aos investigadores que estava no referido estabelecimento acompanhada da comadre identificada por Vivian, momento pelo qual o casal Alexandre Levita e Bianca Marcelle chegou no local e passou a importunar a vítima, que após várias ameaças e confusão generalizada, a vítima foi atingida com uma garrafada na testa e agredida com vários murros pelo corpo, sendo socorrida para emergência do Hospital Regional Costa do Cacau por populares e atendida pelo médico Luan Leal.


A mulher confirmou aos policiais que Alexandre Levita foi condenado pela justiça há quase 50 dias pela mesma prática criminosa, a qual ela também foi vítima, contudo, o indivíduo continua a persegui-la, usando de várias conspirações para atingi-la fisicamente por motivo de vingança. 


A polícia militar foi acionada, procedeu diligências na região na tentativa de prendê-los, mas o casal conseguiu fugir do cerco policial.

Com medo de morrer ou ficar com sequelas, Tainá solicitou medidas protetivas de urgência à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, pois é mãe solteira e mora com os filhos menores.

(FÁBIO ROBERTO NOTÍCIAS)

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora