Ciro chama Lula de bandido e nega apoio no 2º turno

|

 


O pré-candidato do PDT à presidência, Ciro Gomes, voltou a dizer que não apoiaria o ex-presidente Lula em um eventual segundo turno contra Jair Bolsonaro (PL). Ele afirmou ainda que não iria estar ao lado de “bandidos” e que prefere investir em si mesmo.


“Vou falar com todas as letras. Eu não fico ao lado de bandido em nenhuma circunstância, seja bandido do PT, seja de Bolsonaro. Não faço nunca mais uma campanha ao lado de bandido”, declarou o pedetista em entrevista ao site “O Antagonista”, na sexta-feira, 3. “Vou apoiar a mim mesmo”, apontou o terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto para o pleito deste ano.

“Eu, para acordar cedo e aguentar as humilhações, tenho que acreditar firmemente”, emendou o Ciro, que afirmou ter motivos para acreditar ser possível “furar a bolha”. Segundo ele, “mais de um terço dos eleitores que hoje declaram voto no Lula têm como única razão derrotar o Bolsonaro”.

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora