TENHO DITO: JONGA ALCÂNTRA EXPÕE SEU PONTO DE VISTA SOBRE A FESTA MAIS TRADICIONAL DO NORDESTE NOS DIAS ATUAIS

|

Foto: Rede social
 

"A festa de São João, assim como a junina, chegou ao Brasil através do portugueses como parte de uma celebração católica dos três santos lembrados neste período: São João, São Pedro e Santo Antônio.

Por aqui, ganhou contornos ainda mais abrangentes quando os nordestinos abraçaram o período festivo por ser também uma época de chuvas na região, historicamente atingida pela seca, fortalecendo, assim, a colheita de plantações de milho, principal ingrediente das receitas juninas, entre outros alimentos, além de garantir o respiro da economia para o restante do ano.

Do Nordeste, seguiu para as outras regiões do país, sempre preservando suas tradições fundamentais: as comidas, a fogueira, as fantasias, os balões e ritmos musicais: forró, baião, xote e xaxado, dança tipicamente pernambucana.

Mas, de uns tempos pra cá, a coisa mudou.

A discussão é complexa e longa, assim como a justificativa para cada uma das tradições que estão se transformando com o passar dos anos e até se perdendo."

Esse é o tema do Tenho Dito desta sexta (24), com Expedito Rigaud e convidado Jonga Alcântra.


0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora