ANESTESISTA ESTUPRADOR DE GRÁVIDA É PRESO EM FLAGRANTE; VEJA VÍDEO

|

 


O anestesista Giovanni Quintella Bezerra foi preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira (11) por estuprar uma grávida que passava por uma cesariana. A defesa dele disse que aguarda acesso à íntegra das provas e depoimentos para se manifestar.



Com 32 anos, ele se formou em 2017 pelo Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA), no Sul Fluminense, e concluiu a especialização em anestesia no início de abril.

Ele atuou em pelo menos 10 hospitais públicos e privados, segundo informações que ele mesmo compartilhou em redes sociais.



Onde e como aconteceu o flagrante?




O ato criminoso de Giovanni Quintella foi flagrado no Hospital da Mulher Heloneida Studart, em Vilar dos Teles, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, onde trabalhava há pelo menos 2 meses.

Mulheres da equipe do hospital começaram a estranhar a quantidade de sedativo que o anestesista aplicava nas pacientes e a forma como ele se movimentava atrás do lençol que o separava da equipe.

As técnicas de enfermagem da unidade de saúde conseguiram, com um celular escondido, flagrar o estupro. Elas não estavam na sala de cirurgia no momento do crime.

O aparelho foi posicionado em um armário com portas de vidro e colocado para gravar. As imagens foram checadas depois pela equipe — por isso elas não puderam parar o estupro.

O que levou funcionárias a desconfiarem do médico?
Além da forma como o anestesista se movimentava por trás do lençol, uma das funcionárias contou que a quantidade de sedação usada por Giovanni nas pacientes também levantava suspeitas.

A mulher contou que a dosagem era “demasiada” e que “as pacientes nem sequer conseguiam segurar os seus bebês” após o parto.

“Giovanni ficava sempre à frente do pescoço e da cabeça da paciente, obstruindo o campo de visão de qualquer pessoa [na sala de cirurgia]”, afirmou.

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora