terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Reflexão: A educação liberta e quem ama cuida

Praça casas populares as margens da BR-330


O Bem Público é de toda a sociedade ubatense.
Todos nós temos a nossa parcela de responsabilidade para conservá-lo, o vandalismo deve ser desestimulado incansavelmente pela população, contando com a ajuda do poder público.




Também podem ser considerados atos de vandalismo, os despejos irregulares de lixo em terrenos baldios, ruas, praças e avenidas. E para a informação dos "desavisados," devemos dizer, que vivemos em sociedade, temos leis e regras  a serem cumpridas.
E a nossa cidade tem que ser vista como extensão de nossas casas.





Qualquer ato de vandalismo sai caro para toda a população. Ou os vândalos acham que o dinheiro que é usado para recuperar a depredação e sujeira feita por eles vem de graça?

Todos nós temos que refletir e agir!

Como disso o palestrante Cachoeirense Jorge Pendo:

"Amar a cidade é amar a própria história".

Então, vamos amar Ubatã e contar uma história bonita para as futuras gerações a respeito da educação do povo ubatense.





Nenhum comentário:

Postar um comentário