Capitão Alden faz duras críticas ao Governo do Estado por desfecho trágico no caso do Soldado Wesley

|

 


A Bahia segue em luto pela morte do Soldado da Polícia Militar da Bahia (PMBA) Wesley Soares Goés, que não resistiu aos ferimentos após ser atingido por vários disparos de arma de fogo durante uma negociação mal-sucedida no último domingo (28). A ação gerou revolta pela forma como foi executada e reacendeu o sinal de alerta que a tropa anda sem a devida atenção da gestão Rui Costa. 


Nesta segunda-feira (29), o deputado estadual Capitão Alden, vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, participou de uma homenagem ao Soldado Wesley, a ação ocorreu na região do Farol da Barra. Na oportunidade estiveram presentes agentes de Segurança Pública, parentes de militares e apoiadores dos profissionais. “Estava no Farol da Barra ontem e não tenho dúvidas de que atos equivocados foram adotados. Por que não houve a mesma paciência na negociação, assim como ocorre quando se trata de bandidos? O governador está com as mãos sujas de sangue desse guerreiro de farda que perdeu sua vida”, ressalta Alden.   

No período da tarde houve uma reunião com a categoria dos profissionais que atuam com a Segurança Pública, na oportunidade o deputado estadual Capitão Alden esteve ao lado do deputado estadual Soldado Prisco nos comunicados aos presentes.  

“A Bahia já chegou em seu limite em tolerar o descaso do Governo do Estado com a população e com as forças de Segurança Pública. Se não bastasse o caos na Saúde Pública com o escândalo dos respiradores que nunca chegaram, o governador Rui Costa marca a história da honrosa Polícia Militar da Bahia (PMBA) com um episódio trágico que ficará registrado em nossas memórias”, pontua Alden.  

Impeachment - O deputado bolsonarista afirma que diante da série de medidas equivocadas adotadas pelo Governo do Estado, um pedido de Impeachment já foi formalizado para que o governador Rui Costa saia do comando do Executivo Estadual. “Não podemos aceitar um dito governador que a cada dia só trabalha contra o povo baiano e tem sido muito injusto com os profissionais da Segurança Pública”, afirma Alden.

 

 

©2011 Ubatã Sul Notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora