quinta-feira, 22 de abril de 2021

Ação arbitrária do Governador: Capitão Alden critica decreto de Rui Costa que requisitou ambulâncias



A Saúde na Bahia continua como centro das atenções das principais manchetes da imprensa no estado. Com a chegada do novo coronavírus (COVID-19) isso foi potencializado, principalmente, com algumas medidas questionáveis adotadas pela atual gestão estadual. Recentemente, o Governo do Estado determinou, por meio de decreto, que a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) requisitasse administrativamente nove ambulâncias que estavam em uma concessionária de veículos. Entretanto, a iniciativa é questionada pelo deputado estadual Capitão Alden, principal fiscalizador dos atos do governo Rui Costa na Bahia, o parlamentar considerou a ação como arbitrária.

 

 

Para o deputado, as justificativas apresentadas pelo Governo do Estado para tentar legitimar a medida adotada são questionáveis e reforçam uma postura autoritária. “Já mobilizei minha assessoria jurídica para acionar o Ministério Público do Estado e a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) com o objetivo de que sejam prestados mais esclarecimentos sobre este caso. Não podemos permitir que o governador Rui Costa faça o que quiser em nosso estado”, afirma Alden. 

 

 

CPI COVID - O deputado estadual Capitão Alden está mobilizando a população através de um abaixo-assinado para pressionar os demais parlamentares da Alba a assinarem o requerimento para abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Na prática, a CPI irá investigar supostos desvios e má utilização de recursos públicos durante a pandemia na Bahia.

 

 

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário