Ministro da Saúde afirma que vai reduzir intervalo entre doses Pfizer em setembro

|

Foto: Reprodução

A partir de setembro a aplicação das segundas doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19 serão antecipadas e aplicadas em com um intervalo menor, segundo o ministro da Saúde Marcelo Queiroga. A declaração foi dada neste sábado (14), em Brasília, durante o evento-piloto do Programa de Testagem em Massa contra o coronavírus.

O ministro já havia comentado que a redução seria feita após a vacinação de todos os brasileiros maiores de 18 anos com ao menos uma dose. Atualmente, o Ministério da Saúde recomenda que o segundo reforço seja administrado após 90 dias. Com a mudança, o prazo cairá para 21 dias, conforme previsto em bula.

“À medida que a gente avance na primeira dose, já se rediscutiu colocar a Pfizer com intervalo de 21 dias. Daí a gente avança na segunda [dose]. [Deve ser em] setembro. Já atingimos 70% da população acima de 18 anos com a primeira dose”, afirmou o titular do Ministério da Saúde.

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora