ITABUNA: DEPOIS DO FILHO, PAI TAMBÉM MORRE EM DESABAMENTO DE MURO DE ESCOLA

|

Fábio Guedes Leone, de 45 anos,  não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O pedreiro Fábio Guedes Leone, de 45 anos,  não resistiu aos ferimentos e faleceu no final da tarde deste sábado (16), no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. O homem foi atingido no desabamento de muro da Escola Municipal Marechal Castelo Branco, na Califórnia, em Itabuna, no sul da Bahia. Ele e o filho, Guilherme Aurélio Leone dos Santos, 12, passavam pelo local quando o muro desabou. Guilherme faleceu na hora.

Fábio Guedes teve perna amputada e um dos braços fraturado no desabamento do muro da escola, que há 17 anos pertence à rede municipal e nunca tinha passado por reforma. Eles disseram que a queda do muro era uma tragédia anunciada, porque as rachaduras na parte externa eram visíveis.

Na tarde hoje, a Prefeitura derrubou o restante do muro e interditou uma casa ao lado da Escola Marechal Castelo Branco, que há muito tempo necessita de uma reforma completa. A viúva está em estado de choque. Ainda não informações sobre local e horários de sepultamento das vítimas da tragédia.

Ao confirmar a morte do pedreiro Fábio Guedes, o prefeito Augusto Castro informou ações adotadas pelo município e a decretação de luto oficial por 3 dias no município. Na comunidade da Califórnia, há clima de revolta porque, segundo moradores, os alertas feitos ao município datam ainda do primeiro semestre deste ano, sem que providências tenham sido tomadas. 

(Com informações do Pimenta)

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora