Suposto miliciano, PM que foi sequestrado tem corpo encontrado

|

 

O sequestro do policial militar da reserva Dorgivaldo Félix dos Santos, de 54 anos, é carregado de mistério. O PM estava construindo um restaurante com dois amigos, no bairro do Cassange, quando foi surpreendido por quatro homens encapuzados que o sequestraram na tarde de sábado (2) e desde então, não foi mais visto.

Um dos sequestradores chegou a mandar os três deitarem no chão. Ele perguntou quem seria o policial e Dorgivaldo logo foi identificado pelo bandido, sendo, logo em seguida, levado com os braços algemados em um carro da marca Nissan logo em seguida.

Na tarde desta terça-feira (5), o corpo do policial foi encontrado em avançado estado de decomposição, com marcas de tiros e facadas. Tudo indica que o homem foi torturado. O cadáver foi achado na região do bairro onde ele foi capturado, atrás do Ceasa.

A história, apesar de misteriosa, já possui suas especulações. Uma delas é de que o militar estaria sendo investigado por fazer parte da milícia. A informação foi dada diretamente ao Bahia 190, por uma fonte da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).

Além disso, de acordo com informações iniciais, os próprios sequestradores também estão interligados à milícia, portanto, o sequestro seria um “acerto de contas”.

A informação, contudo, não foi confirmada publicamente, nem divulgada pelas polícias Militar ou Civil e não se sabe se é uma possibilidade na linha de investigação.

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora