MUNDO: Idoso toma Viagra e mata esposa após ela mudar de ideia e recusar sexo

|

 

Um italiano, de 80 anos, matou a esposa Natalia Kyrychok, de 61, a facadas após ela prometer fazer sexo com ele no Natal, mas mudar de ideia e recusar depois que ele tomou Viagra. O caso aconteceu no sábado (25), em Fanano di Gradara, na Itália.

Por conta da recusa da mulher, Vito Cangini discutiu com ela e a acusou de estar atraída pelo chefe dela. Na sequência, ele a esfaqueou e deixou o corpo ensanguentado no chão. Depois, foi para cama.

Conforme a mídia local, na manhã seguinte, ele teria tomado café da manhã e levado o cachorro para passear como se nada tivesse acontecido. Mais tarde, depois de um segundo passeio com o cão, Vito ligou para o restaurante onde a mulher trabalhava.

Natalia Kyrychok foi morta por não aceitar fazer sexo com o marido de 80 anos

Na ligação, o homem afirmou ao dono que ele nunca mais veria Natalia, que era cozinheira no local há dois anos. “Sei que algo está acontecendo entre vocês dois”, disse o idoso ao proprietário.

O dono do restaurante decidiu acionar a polícia, que visitou a casa do suspeito. No local, os agentes encontraram o corpo da vítima com pelo menos quatro facadas, incluindo uma no coração.

Segundo a polícia, o idoso foi detido e a suposta arma do crime foi apreendida. A investigação está em andamento.

(Exame)

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora