A BUSCA

|

 

Paulo Cabral Tavares

Às vezes fico sozinho aqui nesta varanda.

Eu e o meu computador de bordo, meu celular.

Muitas vezes rodeado de gente, mas sozinho. 

Com os meus pensamentos. Meus sonhos e também com minhas dificuldades. Às vezes protagonizo uma guerra interna. Quase sempre de boas lembranças. Mas, de vez em quando, de lembranças que eu gostaria de esquecer. Mas não posso. Nunca podemos. O passado é um permanente arquivo aberto. Que não podemos deletar.

Mas a gente tem que entender que a vida não se constitui apenas de bons momentos.

O que importa é a média ponderada entre uns e outros.

Importante também é a busca. Não podemos parar de perseguir a felicidade. 

Chega um momento, às vezes, quando menos a gente espera, ela chega. De surpresa, alegre, sorridente...

E transforma nosso dia,  nossa vida. Galopando um bonito cavalo azul, de sonhos. Ou mesmo, humildemente a pé. 

Mas envolvida numa áura invisível de um sorriso amigo. De um afago, de um carinho.

De um abraço fraterno.

Que nos transporta através de um portal na alma. Para conviver com ela felicidade, mesmo que por alguns fugidios momentos.

Mas que se podem também transformar num inesquecível arquivo de boas lembranças futuras.


Por: Paulo Cabral Tavares

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora