"OLHAI AS NUVENS DO CÉU

|

 

Paulo Cabral Tavares

Gosto de ficar nesta enorme varanda nestas tardes quentes de verão. Corre uma brisa suave que mais parece um ar condicionado natural.

E eu fico ali perdido contemplando os passarinhos na  grama do do quintal.  Um cardeal, um sangue de boi e, quando estou com sorte,  um casal de canários da terra. 

Às vezes perco horas olhando as nuvens do céu. 

Tentando descobrir figuras de animais por elas desenhados aleatoriamente. Um elefante, uma girafa,  um leão. 

Quando namorávamos, eu e minha mulher perdíamos tempo contemplando o céu e adivinhando os animais formados pelas nuvens. 

E tudo era um encanto. 

Nunca mais sentamos para olhar as nuvens do céu e dar risadas como dávamos naqueles longínquos tempos. 

Seria bom que outra vez pudéssemos recriar aquele encantamento,  olhando as nuvens do céu e despreocupadamente pudéssemos dar muitas risadas, descobrindo no céu, quem sabe, um leão, uma girafa, um elefante. Ou um coração formado aleatoriamente pelas nuvens. 

Paulo Cabral Tavares",

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora