OS LAÇOS QUE NOS PRENDEM

|

 

Paulo Cabral Tavares

Quando criança me deram de presente um casal de periquitos belgas.

Era assim que a gente os chamava.

Passarinho besta.

Embora tenha asas não sabe voar.

E um deles fugiu da gaiola e caiu no rio.

Eu quase morri afogado para salvar o meu passarinho que apesar de tão bonito, é um passarinho besta que não sabe voar e, muito pior, não sabe nadar nem cantar.

Mas é lindo.

Certa vez um amigo meu me deu um canário australiano. Parece também que não sabe voar. Mas canta bonito demais.

E cantava tanto e tão alto que angustiava minha mulher e eu tive que dar de presente meu canário australiano que cantava preso na gaiola.

Triste sina dos canários australianos  que apesar de cantar tanto e de serem tão bonitos não sabem voar.

Estes gringos não sabem de nada.

É por isso que eu gosto do canário da terra. Brasileirinho. Da cor da camisa das nossas seleções.

Que é tão bonito e canta tanto.

E encanta tanto.

Mas também se acostuma ao cativeiro.

Faz seu ninho dentro da gaiola e ali tem os seus filhotes. Não abandona a companheira. Nem os filhotes.

E por isso canta prisioneiro.

Sai algumas vezes para brigar com um suposto rival. 

Mas, à  noite, volta sempre para a sua casa, a sua prisão.

A sua doce prisão.

Eu acho que muitos de nós, embora não saibamos cantar e muito menos voar, somos canários australianos, periquitos belgas e canários da terra que podemos alçar pretensos voos, mas sempre voltamos para o nosso ninho à noite. 

Mesmo que a gente pense que não existam correntes que nos aprisionem, estamos mais presos que os canários e os periquitos australianos aos laços que criamos na vida. 

Por invisíveis laços, muitas vezes de ternura.


Paulo Cabral Tavares.

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora