EM ITABUNA, PROFESSORA MORRE APÓS DAR À LUZ EM CASA

|

 


A professora e coordenadora do curso de Psicologia da Unime em Itabuna, Gleci Klotz, de 40 anos, morreu nesta última sexta-feira, (10), após tentar fazer um parto humanizado em sua casa, em Itabuna.

Durante o parto, Gleci perdeu muito sangue. Socorrida pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu-192), chegou ao Hospital Manoel Novaes mas não resistiu às consequências da hemorragia e morreu de manhã.



A recém-nascida passa bem. Gleici queria ter o filho em casa. Em 2020, a gestante deu à luz o primeiro filho da mesma forma.

Nascida no município de Oliveira, em Minas Gerais, Gleici Queiroz Klotz era psicóloga e doutora em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (USP). Em Itabuna, onde morava desde 2014, foi professora e coordenadora do curso de Psicologia da Unime por 7 anos. No início deste ano, ingressou no corpo docente efetivo da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Além dos dois filhos, deixa o marido.

A notícia do falecimento da professora  abalou muito ex-alunos e colegas, sobretudo na Unime, onde era reconhecida pela competência profissional e pela atitude empática no convívio cotidiano. 

Com informações do Pimenta.

1 Comentário:

Anônimo disse...

Meu Deus que coisa mais triste.que Deus conforte a todos os familiares.

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora