Envolvido no acidente que matou Ranitla, Tharcísio se entrega à Polícia

|

 


O empresário Tharcísio Aguiar, que atropelou e provocou  a morte da cirurgiã-dentista Ranitla Scaramussa Bonella, apresentou-se hoje (26) à Polícia Civil, no Presídio Advogado Ariston Cardoso, em Ilhéus, no sul da Bahia. O advogado criminalista Jacson Cupertino, que representa o investigado, confirmou a informação ao PIMENTA.



Tharcísio estava foragido desde 26 de junho, quando foi expedido o mandado de prisão preventiva cumprido hoje. Amanhã (27), ele passará por audiência de custódia.

Na audiência, segundo Jacson Cupertino, a defesa pedirá que a prisão seja revogada. “A gente vai demonstrar a desnecessidade da prisão, uma vez que o laudo pericial demonstra que ele estava [dirigindo] numa velocidade compatível com a via [no momento do acidente]”, disse.

O advogado argumenta que a Vara do Tribunal do Júri, que ordenou a prisão de Tharcísio, não é a instância judicial correta para decidir sobre as demandas do inquérito nem para julgar o caso, pois a perícia técnica constatou que o motorista não dirigia acima do limite de velocidade da pista, que é de 60km/h.

Conforme o laudo, naquela tarde de 11 de junho passado, o carro de Tharcísio estava a menos de 50km/h quando atingiu Ranitla, que atravessava a BA-001 sobre uma faixa de pedestres. Ela foi arremessada a dezesseis metros do local do impacto, segundo o perito criminal João Francisco Monteiro Barragan, que assina o laudo.

(Pimenta)

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora