quarta-feira, 14 de abril de 2021

"PraViver": Deputado Capitão Alden leva caso do Soldado Wesley ao Ministério de Direitos Humanos

 


O cenário político anda bem agitado com movimentações regionais e nacionais. A capital do país e também principal centro das atenções da política brasileira segue com seu ritmo acelerado. Nesta terça-feira (13), o deputado estadual Capitão Alden, umas das principais vozes Bolsonarista na Bahia, cumpriu agenda em Brasília. Durante as atividades realizadas, o parlamentar foi ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) para solicitar à ministra Damares Alves que sua pasta acompanhe o caso do Soldado Wesley. 

 

 

Para o deputado Bolsonarista, o acompanhamento do MMFDH é essencial para que o caso seja conduzido de maneira imparcial e com as devidas apurações. “O Soldado Wesley não pode ser esquecido. Não podemos permitir que o guerreiro seja tratado como se fosse um criminoso, pois é essa imagem que as autoridades baianas estão tentando passar”, afirma Alden. 

 

 

De acordo com o parlamentar, o programa "PraViver", também fez parte de sua pauta de demandas em Brasília. A ação consiste na implementação e desenvolvimento de núcleos de atendimento a vitimados das Forças de Segurança, visando capacitar e reintegrar socialmente, garantindo o acesso às atividades de reabilitação e prática esportiva, por meio da implementação de núcleos para práticas, com atividades de Atletismo, Exercício Funcional entre outros. 

 

 

“Solicitei a implementação do programa ‘PraViver’ na Bahia, pois temos que lutar por melhores condições para os agentes de Segurança Pública diuturnamente. A iniciativa foi idealizada pela deputada federal Major Fabiana e o deputado federal Daniel Silveira, aqui em nosso estado trará muitos benefícios para a categoria”, pontua Alden.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário