BESAME MUCHO

|

 

Paulo Cabral Tavares

Minha filha insiste em ouvir e ver um clipe de Michael Jackson e me diz que o garoto era um gênio. Nada contra. 

Mas não posso dançar agarradinho com a minha parceira com este novo ritual. Ainda posso me misturar no gosto desta geração para dançar, ao menos, sozinho. Ou distante da parceira, minha partner.

Sem ser saudosista, o que eu queria mesmo era uma música um pouco romântica para dançar abraçado com ela, a minha parceira. Se possível sentir seu corpo junto ao meu. Sentir o seu calor, o seu perfume. Um PERFUME DE MULHER, encantador. Que me inebrasse.

Me deixar levar pelo clima que pudesse surgir deste amplexo social. Sem dúvida com a companheira de todos estes longos anos.

Mas que pudesse sair daí uma certa intimidade, uma certa cumplicidade.

Que a gente pudesse ser feliz.

E que esta maravilhosa cerveja, tão gelada, pudesse nos ajudar na emoção.

Que eu pudesse, mesmo sem voz, cantar Besame  Mucho. Ou outra canção qualquer para celebrar o momento.

Pois destes e de outros momentos iguais a gente pode dar continuidade à felicidade.

Celebrando a vida.

 

Ubatã, 02/01/2021.


Paulo Cabral Tavares

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora