"Guerra nas redes", Capitão Alden x Marcelo Freixo: Deputado Bolsonarista rebate deputado do PSOL e parte para o contra-ataque em defesa do presidente

|



 A recente movimentação do Palácio do Planalto em alterar quatro decretos federais com o objetivo de desburocratizar e ampliar o acesso a armas de fogo e munições no país tem gerado alegria para uma parcela da sociedade, especialmente, os armamentistas, mas ao mesmo tempo tem proporcionado um certo incômodo para os que não concordam com o acesso a armas de fogo por civis. Um grande exemplo disto foi a troca de farpas, neste final de semana, entre o deputado estadual Capitão Alden (PSL-BA) e o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ).  

 

Em seu perfil do Instagram, o parlamentar carioca alfinetou Bolsonaro sobre os novos decretos federais e questionou que o chefe do executivo nacional está tirando o foco das demandas da pandemia e pensando em armas de fogo. De acordo com ele, projetos serão apresentados com o objetivo de “anular” os decretos federais.  

 


O deputado armamentista, respondeu na rede social do parlamentar carioca que as medidas adotadas pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, são direcionadas apenas para os cidadãos de bem. Para o deputado Bolsonarista, o entendimento é bem simples, ele considera que os marginais não utilizam armas de fogo registradas e não seguem nenhum parâmetro legal.  

 

Embora tenha conseguido expor sua opinião sobre o referido assunto, o Capitão Alden alega que não existe democracia nas redes sociais de Marcelo Freixo, pois segundo o militar baiano um de seus perfis foi bloqueado pelo parlamentar federal, justamente, para que ele não pudesse responder a publicação. Mesmo assim, utilizando um segundo perfil oficial, o Capitão Alden deixou seu recado:

 

“O ignóbil deputado @marcelofreixo [Marcelo Freixo] confunde o cidadão de bem que está disposto a se submeter a um processo técnico e de investigação criminal/social para adquirir seu armamento de forma legal para para a sua própria proteção,  de sua família e de sua pátria. Com seus militantes que precisam de políticos de sua ‘estirpe’ para aprovar leis que garantam redução de pena, saidinhas temporárias...etc.  Os recentes Decretos do Sr Presidente @jairmessiasbolsonaro [Jair Messias Bolsonaro] não os alcança, pois marginal não precisa de armas legais”, dispara Alden. 

 

Vários comentários reafirmaram a defesa dos decretos federais, o que é possível identificar logo após a publicação do deputado estadual Capitão Alden na postagem feita na rede social do deputado federal Marcelo Freixo.

 


0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora