Lula: "Diga, diga, o que é que eu roubei?"

|

 O ex-presidiário Lula (foto) retomou seu passatempo favorito e voltou a mentir sobre suas condenações na Lava Jato e atacar Sergio Moro.

Em entrevista a um podcast ontem, o petista disse que poderia ter fugido do Brasil para não ser preso, mas optou por ficar e para “provar que era inocente”.

Eu precisava provar que o Moro era mentirosoEu poderia ter saído do Brasil, poderia ter ido para outro país, poderia ter ido para uma embaixada. Mas eu precisava provar que o Moro era mentiroso, precisava provar que a força-tarefa de Curitiba era uma quadrilha. Se eu fugisse, ia aparecer uma fotografia minha: ‘O fugitivo’. Então, graças a Deus, eu provei.”

Lula deve ter se esquecido de mencionar que Dilma Rousseff tentou nomeá-lo para a Casa Civil em 2016, para evitar que ele fosse preso. Ele também deve ter se confundido ao dizer que “provou” sua inocência, uma vez que o STF apenas transferiu seus processos para Brasília.

O ex-presidiário ainda voltou a dizer que foi condenado por um “fato indeterminado”.

“Tô até hoje perguntando para esse Moro: ‘Diga, diga, o que é que eu roubei?’ Na sentença que ele deu para mim, sabe qual foi o crime que ele deu para mim? ‘Fato indeterminado’. Eu fui condenado por um fato indeterminado. Esse sem vergonha não teve a coragem de dizer, poderia ter dito.”

Para quem, assim como Lula, tem problemas de memória, aqui está uma lista com as provas e testemunhas contra ele no caso do triplex do Guarujá.

(O antagonista)

0 comentários:

Postar um comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Ubatã Sul Notícias. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

 

©2011 Ubatã Sul Notícias: Confiança e credibilidade nas notícias | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Davii Alvarenga - Leme Produtora